IV EnACE

IV ENCONTRO DA ANÁLISE DA CONVERSA ETNOMETODOLÓGICA

 

multimodalidade na interação humana

 

(UNIFESP & Unisinos)

 

Guarulhos, SP

22 a 24 de março de 2023

Unknown-2.png
download.png
Logo-unisinos-1024x412.png
logoIncomul.png
images.jpeg

Multimodalidade na Interação humana

 

      Temos o prazer de anunciar a quarta edição do Encontro de Análise da Conversa Etnometodológica (IV EnACE), que acontecerá nos dias 22, 23 e 24 março de 2023, na Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), na cidade de Guarulhos, São Paulo, em parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).  

     O EnACE tem o objetivo de reunir pesquisadores, grupos de pesquisa e estudantes que se dedicam à descrição e à análise da fala-em-interação e das interações sociais e que se filiam à perspectiva teórica da Análise da Conversa etnometodológica ou a perspectivas linguístico-interacionais empiricamente orientados para interações naturalísticas, como os estudos da análise da conversa, da análise da conversa multimodal, da linguística interacional e dos gestos na interação (gesture studies).

     O IV EnACE é organizado pelos Grupos de Pesquisa Interação, Cognição e Multimodalidade (InCoMul), da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), coordenado pela Profa. Dra. Fernanda Miranda da Cruz, e pelo grupo Fala-em-Interação (FEI), da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), coordenado pela Profa. Dra. Ana Cristina Ostermann. 

     O tema escolhido para esta quarta edição é  "Multimodalidade na interação humana". As interações humanas têm uma organização primordial e fundamentalmente multimodal e, para a construção dessas interações, os participantes mobilizam recursos de distintas naturezas semióticas, que englobam a linguagem em seus vários aspectos (e.g., prosódia, sintaxe, léxico), as condutas corporificadas (e.g., expressas por meio de gestos, expressões faciais, posturas corporificadas, movimentos no espaço) e os artefatos físicos do mundo material (e.g., objetos, tecnologias, dispositivos, ferramentas). 

     O EnACE, em sua edição sob a temática Multimodalidade da interação humana, gostaria de reunir especialmente, ainda que não exclusivamente, estudos sobre a interação humana e sobre a fala-em-interação que têm se dedicado a explorar a coordenação entre corpo/gestos, mundo material e linguagem na construção e organização das interações humanas. Além disso, também se propõe a contemplar trabalhos que compartilhem ou problematizem questões acerca de procedimentos metodológicos de pesquisas multimodais, aprimoramento da notação e representação de corpora audiovisuais, o aprimoramento de técnicas de transcrição multimodal e o uso de ferramentas para visualização e anotação de vídeo (e.g., ELAN, EXMARaLDA, Anvil).

Presidentas da Comissão de Organização

Fernanda Miranda da Cruz (UNIFESP)

Ana Cristina Ostermann (Unisinos)

 

     Passados dois anos desde o primeiro caso confirmado de Covid-19 no Brasil e os impactos profundos da pandemia no mundo e em nosso país, um novo horizonte parece se abrir quando avaliados os avanços da campanha de vacinação e a queda significativa do número de infectados, de internações e de óbitos. 

     A Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) retomou suas atividades presenciais em março deste ano (2022) e mantém, até o presente momento, as medidas estabelecidas em seu protocolo de biossegurança (Comitê UNIFESP de Enfrentamento da Covid-19 https://coronavirus.unifesp.br), como o uso de máscaras nas dependências na Universidade, o uso de álcool gel, campanha e materiais internos de informações para evitar o contágio. 

     Após dois anos em atividades em formato remoto, o retorno presencial tem significado para todos nós uma alegria imensa, no entanto, sabemos que o momento presente ainda guarda dúvidas quanto ao real estado da pandemia no Brasil para os próximos meses.  

     Diante de um cenário que pode sofrer alterações, o IV EnACE foi concebido para acontecer em formato presencial, com a possibilidade de ser adaptado para o híbrido ou o remoto caso haja restrições de biossegurança. 

     Vale dizer ainda que a necessidade de adaptarmos nossas atividades acadêmicas às restrições de contato físico impostas pela pandemia Covid-19 também abriu muitas possibilidades para interagirmos com colegas e instituições por meio das plataformas virtuais. Com isso, algumas fronteiras de interlocução têm sido redefinidas e ampliadas no mundo todo. 

Formato presencial e o cenário da pandemia Covid-19

a-Ci¬ncia-e-F®-O-novo-mural-de-Eduardo-Kobra-em-Suo-Paulo-5-cr®dito-da-foto-para-drone.cyr

 

     Passados dois anos desde o primeiro caso confirmado de Covid-19 no Brasil e os impactos profundos da pandemia no mundo e em nosso país, um novo horizonte parece se abrir quando avaliados os avanços da campanha de vacinação e a queda significativa do número de infectados, de internações e de óbitos. 

 
giphy.gif
volume.png
battery.png
numeros.png

MULTIMODALIDADE NA INTERAÇÃO HUMANA

IV EnACE

Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos

22 a 24 de março de 2023

 

Histórico - Edições Anteriores      

As três edições anteriores do EnACE foram realizadas, respectivamente, em 2018, na cidade de Porto Alegre (RS), pela Universidade Federal do Rio Grande Sul (UFRGS, Porto Alegre), em parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos, São Leopoldo); em 2019, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e, em 2020/2021, em formato remoto, na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). 

     Nessas edições, o evento buscou reunir grupos de pesquisa e pesquisadores que investigam a fala-em-interação social em países lusófonos, com o objetivo de mapear e consolidar uma rede de estudantes e profissionais envolvendo esses países.

     A expectativa das edições de 2018, 2019 e 2020/2021 foi a de consolidar uma comunidade de pesquisadores da fala-em-interação de países lusófonos de forma a termos terreno e condições para, em suas  edições posteriores, ampliarmos nosso alcance de forma a atrair pesquisadores e estudantes estrangeiros, sobretudo pesquisadores do campo dos estudos da interação humana que são referência na comunidade científica internacional. 

 

Conferências internacionais do IV EnACE

 

     Dando continuidade ao trabalho de ampliar sua rede de interlocução com outros países, já iniciado pelas comissões organizadoras das edições anteriores, a quarta edição trará três conferencistas que são referência na comunidade acadêmica internacional da AC, a saber, Profa. Dra. Lorenza Mondada, da Universidade da Basiléia, Suiça;  Profa. Dra. Galina Bolden da Universidade de New Jersey, Estados Unidos da América; e Profa. Dra. Katherina Walper da Universidade Austral do Chile, Chile.  

mondada'.png

Lorenza Mondada é professora de linguística na Universidade da Basiléia (Suiça). Suas pesquisas investigam a interação social em ambientes ordinários, profissionais e institucionais, a partir de uma perspectiva etnometodológica e da Análise da Conversa. Seu foco de investigação é multimodalidade na interação humana, interessada em descrever a organização situada e endógena da interação social baseada em uma diversidade de recursos multimodais tais como, além da linguagem, gesto, olhar, postura corporal, movimentos, manipulações de objetos assim como práticas multissensoriais tais como tocar, provar, cheirar e ver. Para conhecer mais sobre seus trabalhos: https://www.lorenzamondada.net/about

Galina Bolden é  professora da  Rutgers University (EUA). Suas pesquisas investigam, a partir da Análise da Conversa, como os membros de diferentes comunidades culturais e linguísticas buscam e produzem o entendimento mútuo e constroem relações interpessoais na e através da interação social.  Para conhecer mais sobre seus trabalhos: https://comminfo.rutgers.edu/bolden-galina

Galina'.png

Katherina Walper é professora do Departamento de Linguística e Literatura da Universidade Austral do Chile, em Valdivia, Chile. Seus temas de investigação são linguística aplicada, interação em sala de aula, metodologia de pesquisa e análise de conversa multimodal (AC), ensino inglês como língua estrangeira. Ela investiga  o processo de ensino-aprendizagem através da  AC multimodal. Para conhecer mais sobre seus trabalhos: https://humanidades.uach.cl/academicos/katherina-andrea-walper-gormaz/

s200_katherina.walper'.png

participação internacional - línguas aceitas

     Além das conferencistas internacionais, ampliamos nossa chamada para contribuição de comunicações orais, cujas línguas aceitas para submissão de resumos e apresentações são inglês, português, espanhol

 

Programa

programação EnACE.jpg
 

Normas para Submissão de Resumos

     - O EnACE conta com duas modalidades de participação com apresentação de trabalhos (comunicação oral e análise conjunta de dados) e a modalidade sem apresentação de trabalhos. 

    - Cada autor pode submeter apenas um trabalho como primeiro autor e em apenas uma das modalidades. Co-autorias são admitidas.    

   

Modalidades de participação com apresentação de trabalhos 

 

Comunicação oral:

Cada participante terá até 20 minutos para apresentar sua comunicação oral e, a depender da quantidade de trabalhos inscritos, até 10 minutos para discuti-los com os/as demais participantes da sessão. Os trabalhos submetidos para apresentação oral serão distribuídos em sessões temáticas de apresentação de trabalhos. Línguas aceitas: espanhol, inglês, português. 

 

Diretrizes para submissão de resumos:

(a) O resumo deve ter entre 150 e 300 palavras;

(b) A estrutura do resumo deve apresentar: título; o tema e/ou problema (adequado aos propósitos do EnACE); objetivo(s) do trabalho; orientação teórica; procedimentos metodológicos; resultados e conclusões mais relevantes (se houver); 3 a 4 palavras-chave (em português e separadas por ponto final).

(c) Línguas aceitas para os resumos: espanhol, inglês, português 

 

Sessão de análise conjunta de dados:

Esse tipo de sessão é uma prática em alguns congressos de Análise da Conversa. As sessões de análise conjunta de dados têm por objetivo propiciar àqueles/as que já dispõem de dados um espaço para o exercício analítico e de articulação de análise sequencial, junto com pesquisadores/as de diferentes instituições. Logo, é essencial que o/a pesquisador/a não leve pronta sua análise, mas que esteja disponível para ouvir diferentes possibilidades de apreciação dos dados.

Diretrizes para submissão de proposta:

(a) Resumo: O/A pesquisador/a deve apresentar um texto de contextualização dos dados de, no máximo, 300 palavras. Estrutura do resumo: origem dos dados a serem analisados; o âmbito do projeto em que foram gerados; cenário dos segmentos a serem analisados; e a(s) atividade(s) na qual os participantes estão engajados durante o segmento.

(b) Título do resumo: deve informar, em poucas palavras, a natureza/contexto da interação/coleção que está sendo submetida à análise conjunta. Ex: “interação médico-paciente no contexto X”, “encerramentos de ligações telefônicas”, “perguntas e respostas no contexto Y” etc.

(c) Transcrições: deverão indicar a notação de transcrição utilizada (preferencialmente, sistema Jefferson de transcrição; sistema Lorenza Mondada, sistema GAT-2) e podem compreender um ou mais segmentos, desde que sejam totalizadas no máximo 3 (três) páginas de transcrição com a seguinte formatação:

- Fonte: Courier New, tamanho 10;

- Margens da página: superior 2,5cm, inferior 2,5cm, esquerda 3cm, direita 3cm.

- Orientações sobre o sistema, vide algumas referências: 1. Jefferson de transcrição: LODER, L. L. O modelo Jefferson de transcrição: convenções e debates. In: LODER, L.; JUNG, N. (Org.). Fala-em-interação social: Introdução à análise da conversa etnometodológica. Porto Alegre: Mercado de Letras, 2008. p. 127-162. 2. Hepburn, Alexa & Bolden, Galina. (2017). Transcribing for Social Research. 10.4135/9781473920460. 3. Lorenza Mondada (https://www.lorenzamondada.net/multimodal-transcription). 4. GAT-2 - Um sistema para transcrever a fala-em-interação: GAT 2, Schroder et al (2016). v. 20 n. 2 (2016): Veredas Atemática  

(d) O arquivo com as transcrições deve ser salvo em formato .pdf, não pode conter nenhuma informação sobre o proponente da sessão, e deve ser enviado pelo sistema de inscrição até a data final de submissão.

(e) Línguas aceitas: espanhol, inglês, português. 

 

Diretrizes para a condução da sessão conjunta de análise de dados:

(a) Cada proponente terá uma hora para apresentar seus dados e discuti-los com os/as demais participantes da sessão;

(b) O/A proponente deve estar preparado/a para apresentar trechos do áudio/vídeo que tenham ocorrido imediatamente antes ou imediatamente depois do segmento apresentado, caso solicitado durante a sessão;

(c) Serão disponibilizadas cópias impressas das transcrições de dados propostos para análise conjunta, bem como os equipamentos necessários, como computador, projetor de imagens e caixas de som, caso o proponente opte por mostrar a gravação dos segmentos transcritos a serem analisados (o que sugere-se fortemente que seja feito, já que é parte fundante de sessões para esse propósito).

(d) Línguas aceitas para submissão de propostas: espanhol, inglês, português 

SUBMISSÃO DE TRABALHOS 

https://forms.gle/UwmUXYi5UN9zXjYT6

​​Datas importantes

 

  • Inscrição com apresentação de comunicação oral ou para realização de sessões de dados: de 01/07/2022 a 01/09/2022. Prorrogação até 30/09/2022.

  • Inscrição sem apresentação de trabalhos: de 01/11/2022 a 15/12/2022.  

  • Resultado dos resumos aceitos e emissão das cartas de aceite: 01/11/2022.

  • Prazo de pagamento de inscrição com apresentação de trabalho: até 15/01/2023. 

  • Prazo de pagamento de inscrição sem apresentação de trabalho: até 15/01/2023.

Oportunidade para financiamento para

pesquisadores do Estado de São Paulo 

Para membros da comunidade científica em São Paulo que: 

a) apresentarem trabalho no evento, do qual seja autor ou coautor e que seja resultante de apoio da FAPESP, na forma de Auxílio ou Bolsa, concluído há no máximo 3 (três) anos antes da data de início do evento. b)  não receberem Benefícios Complementares em Auxílios vigentes, ou Reserva Técnica em Bolsas vigentes, concedidos pela FAPESP.

        Informamos que existe oportunidade para financiamento via apoio coletivo da FAPESP. Os interessados devem se inscrever no evento, como os demais pesquisadores, e enviar por e-mail as seguintes informações: a) nome completo; b) vínculo institucional; c) informar se possui financiamento FAPESP vigente ou concluído há no máximo 3 (três) anos antes da data de início do evento.  Para maiores detalhes, consultar:  https://fapesp.br/auxilios/organizacao. Informamos que os resumos submetidos no link do Formulário de inscrição devem, obrigatoriamente, vir com menção ao nome da FAPESP e o número do processo FAPESP de Auxílio ou Bolsa cujo financiamento resultou no trabalho a ser apresentado, conforme descrito em www.fapesp.br/11789. Após inscrição e submissão do trabalho submetido, comunicaremos até 01.10.2022 o aceite e faremos, em seguida, uma solicitação de financiamento coletivo será feita à FAPESP e divulgada por e-mail. A organização do evento poderá entrar em contato para solicitar informações, como a sumula curricular (modelo FAPESP). 

Taxa de inscrição 

 

Modalidades com Apresentação de trabalhos:

Professora/es universitários e pesquisadoras/es:   R$ 250,00

Estudantes de Pós-Graduação:   R$ 140,00

Estudantes de Graduação:   R$ 70,00

Professor de Educação Básica:   R$ 120,00

 

Modalidade sem apresentação de trabalhos:   R$ 100,00

 

Dicas úteis

em construção

Captura de tela 2022-06-18 105913.jpg

PARANGOLÉ passeia de metrô em Nova Iorque, com Hélio Oiticica

 
 

Comissão Organizadora

 

Presidentas da Comissão de Organização

 

Fernanda Miranda da Cruz (UNIFESP)

Ana Cristina Ostermann (Unisinos) 


Comissão Organizadora 

Bruno Borges

Camila Tempas

Caroline Cots

Fernanda Andrioli

Giovana Garcia

Gisella Hiche

Joana Restelli Ferla

Joe Bruno dos Santos

Larissa Tavares

Luiza Russano

Paola Konrad

Margarida Rosa Álvares

Noely Mendes Lima

Vitória Sellito de Melo 

Victoria Dayane de Paula Melo

Verônica Alcântara Dias

Comitê Científico 

Alexandre do Nascimento Almeida (UFCSPA)

Alexa Bolaños-Carpio (University of Costa Rica)

Alexandre Cadilhe (UFJF)

Ana Cristina Ostermann (Unisinos)

Fernanda Miranda da Cruz (UNIFESP)

Daniela Negraes (Unisinos)

David Monteiro (GEACC-CLISSIS)

Edwiges Maria Morato (UNICAMP)

Gabriela da Silva Bulla (UFRGS)

Galina Bolden (Rutgers University, USA) 

Katherina Walper (Universidad Austral de Chile)

Ingrid Frank (UFRGS-Application College)

Leland McCleary (USP)

Liana Biar (PUC-Rio)

Liliana Bastos (PUC-Rio)

Lorenza Mondada ((University of Basel/ Switzerland)

Marcia Del Corona (Unisinos)

Maria do Carmo Leite de Oliveira (PUC-RJ)

Michel Binet (Universidade Lusíada de Lisboa)

Mineia Frezza (IFRS-Bento Gonçalves)

Neiva Maria Jung (UEM)

Paulo Cortes  Gago (UFRJ) 

Pedro de Moraes Garcez (UFRGS)

Roberto Perobelli  (UFES)

Veronica Gonzalez Temer (UMCE, Chile)

Victor Eduardo Jardim Gomes Braga (UFPB)

ENTRE EM CONTATO

Estr. do Caminho Velho, 333 - Jardim Nova Cidade, Guarulhos - SP, 07252-312, Brasil

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Obrigado(a)!